Finados é dia de Missa e de visita ao túmulo dos entes queridos

O dia 02 de novembro é o dia de fazer sufrágio ao cristãos finados. Tais são as almas que, expiradas na graça de Deus, ainda estão no Purgatório.

No tempo certo, em virtude da necessária purificação, entrarão na glória da eternidade.

No Purgatório, cuja base também está nas Sagradas Escrituras, as almas são livradas de toda mancha de pecado. Depois disso, verão a Deus face a face.

Por que a data de 02 de novembro foi escolhida?

No convento de Cluny, na França, viveu um santo monge, o abade Odilone, que era muito dedicado às almas do Purgatório. Ele queria que mais gente rezasse pelas almas, que tanto esperam um alívio nas dor purificadora em que se encontram.

Dom Odilone, então, ordenou a todos os monges se comprometessem a honrar 02 de novembro com Missa Solene em comemoração dos mortos. Isso foi em 928.

A data têm o valor de uma pausa especial na passagem do tempo, já que a Solenidade dos Finados, afinal, é enriquecida com um forte apelo ao recolhimento, ao silêncio, à oração em família.

Ocupar-se dos finados, para o verdadeiro cristão, é um compromisso inadiável e sempre necessário. Tal elevação ao se encarar a vida e a morte em muito contribui para o aumento da fé – mas também da esperança, da caridade e da graça na Igreja.

E os entes queridos que ainda estão no Purgatório?

Além de honrá-los naturalmente, a Igreja sempre favoreceu a oração pelos mortos para que, como diz a Sagrada Escritura, “eles sejam absolvidos de seus pecados” (2 Reis 12: 45).

Mulher rezando Terço junto a sepultura
A morte não é o fim, para o cristão.

Santo Agostinho relata que sua mãe, Santa Mônica, antes de morrer, lhe pediu: Lembra de mim, onde quer que você esteja, diante do altar do Senhor!

Isso mostra a humildade, e o saber de que a intercessão é valiosa para alguém que está na outra vida.

O auxílio dos irmãos que ficaram é decisivo para clamar a misericórdia para uma alma. 

É dever mandar celebrar Missa em sufrágio dos nossos finados que estão no Purgatório. Por ser a oração magna da Igreja, a Santa Missa faz derramar abundantes graças sobre as almas.

Esse auxílio é decisivo aos finados que estão de passagem pelo Purgatório. 

Compartilhe
Share on Facebook
Facebook
14Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


<< Post Anterior:

Próximo Post: >>