Semana Santa: Padre Pio e o incontável número de ressuscitados

Ressuscitou como disse, Aleluia!

O Sábado Santo é marcado pela vitória triunfante de Cristo sob a morte; depois da longa quaresma, a Igreja se veste de branco e entoa o hino do Glória e repica todos os sinos! Pois Cristo ressuscitado está entre nós! Não há felicidade maior do que essa, depois do Nascimento de Jesus.

É motivo de muitíssima alegria pois as profecias do Antigo Testamento foram todas cumpridas, as portas do céu foram abertas aos homens pela primeira vez após a queda de Adão. Imaginem o quanto isso tudo alegrava o coração do Padre Pio, que sempre se esqueceu de si e vivia para Deus e seus irmãos!

A maior alegria de um sacerdote é poder celebrar a Santa Missa e, logo em seguida, a confissão! Muitos não percebem a transformação mística que ocorre dentro de um confessionário.

Cristo venceu o pecado morrendo na Cruz e ressuscitando, por isso que o padre diz: Eu te absolvo dos teus pecados. Derramando seu sangue preciosíssimo no monte Calvário para poder lavar os nossos pecados através de seus ministros!

Padre Pio no confessionário

Padre Pio ficou muito conhecido por passar horas a fio no confessionário, ressuscitando os mortos que o procuravam! Mortos?!

Sim, mortos, pois quando pecamos mortalmente, nossa alma está morta para Deus e vira escrava do Diabo.

Não dá para imaginar alegria dele ao ver tantas almas que depois daquele encontro decisivo, saíam confiantes no amor de Deus e sua Misericórdia!

“Digo-vos que assim haverá maior júbilo no céu por um só pecador que fizer penitência do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento” (Lc 15)

Rezemos ao Padre Pio, pedindo a graça do arrependimento de nossos pecados, a humildade de confessá-los! Para que, assim como o filho da viúva de Naim, possamos ouvir Moço, eu te ordeno, levanta-te” (Lc 7,14)

* * *

Venha! Faça parte dessa família bem-aventurada 

FILHOS PROTEGIDOS DO PADRE PIO.

Acesse a imagem abaixo para saber mais informações:

Compartilhe
Share on Facebook
Facebook
0Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


<< Post Anterior:

Próximo Post: >>