Deu uma sapatada no Padre Pio e depois foi pedir uma graça…

Certa noite, um camponês que vivia nos arredores de Benevento, na Itália, acossado por uma insuportável dor de dentes, e não tendo a quem recorrer por morar fora da cidade, dirigiu sua prece ao Padre Pio, cuja estampa colocara na cabeceira da cama.

Mas qual nada. Ele parecia insensível aos seus desesperados apelos. Pacientou quanto pôde, e de repente não pôde mais. Num gesto alucinado, agarrou um sapato e o arremessou contra a estampa.

Sem culpar-se muito pelo gesto irreverente, alguns meses depois foi a San Giovanni Rotondo. No confessionário, mal começava a debulhar seus pecados quando o Padre Pio o interrompeu:

– E tem coragem de me aparecer, depois da sapatada que me deu naquela noite? Sabe que o sapato veio parar na minha cela?

Só então o penitente se deu conta: o Padre lhe estava revelando uma coisa que ele próprio já esquecera.

Para o Padre Pio – escreve Giovanni Siena, autor de obras sobre a vida do santo – o coração não tem segredos. Por isso é que todos, grandes e pequenos, sentem-se temerosos diante dele. Inclusive eu, que há dez anos o vejo quase diariamente.

Por vezes, na confissão, ele ajuda a ‘tirar as castanhas do fogo’, como se diz em linguagem familiar. Enumera os pecados e chega a indicar as circunstâncias exatas em que aconteceram. E se o penitente esquece alguma falta, é o próprio Padre quem lhe recorda. Outras vezes faz o diagnóstico de doenças físicas e prescreve o remédio, melhor do que um especialista”.

Fonte: Livro Padre Pio – O Santo do Terceiro Milênio de Olivo Cesca

“Embora cientes de nossa dívida para com Deus, não duvidemos de que nossos pecados são perdoados na confissão. Assim como fez o Senhor, coloquemos sobre eles uma pedra sepulcral.”
(São Pio de Pietrelcina)

*   *   *

Quantas vezes somos impacientes e levados pelo desespero? Quantas vezes pecamos, mas não paramos para refletir sobre nossos atos? Quantas vezes esquecemos os nossos erros?

Muitas, não é verdade?!

São muitas histórias de vida e ensinamentos que Padre Pio nos deixou e que precisamos valorizar.

Ajude a difundir a devoção ao Santo Padre Pio, um dos maiores exemplos da história da nossa Santa Igreja Católica.

Seja um dos seus queridos Filhos Protegidos do Padre Pio e contribua para manter as obras de apostolado em honra ao seu nome.

Ao participar desta abençoada família, você poderá receber incríveis presentes espirituais que poderão fazer a diferença no seu dia a dia.

Clique aqui para saber mais.

Clique aqui para confirmar o seu SIM


2 Comentarios

  • Sou devota fervorosa de Santo Padre Pio.Sempre sou atendida em minhas preces.Rogai por Nós que recorremos á vós.Peço Orações para minha família,Que possamos viver seguindo os ensinamentos de Dela.Amém!🙏🙏🙏

  • EU RECEBI ESTE email , JÁ OUVI FALAR MUITO EM PADRE PIO,NOS MILAGRES QUE ELE JÁ FEZ, ACHEI MUITO INTERESSANTE, POIS ESTOU PASSANDO UMA CRISE FINANCEIRA MUITO GRANDE, ESTOU MUITO DESESPERADA POIS MINHAS OBRIGAÇÕES SÃO MUITAS, ATÉ O COMPANHEIRO QUE TENHO A 3 ANOS , DESAPARECEU, QUE ESTAVA ME AJUDANDO E POR SER POLITICO IA ME AJUDAR MUITO, SÓ OS EMPREGADOS DELE QUE VEM SABER COMO ESTOU E DIZEM QUE ELE ESTÁ MUITO APERRIADO , DESTA FORMA PEÇO ORAÇÃO PARA ME ORGANIZAR NOS DOIS SENTIDOS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


<< Post Anterior:

Próximo Post: >>