Padre blasfema contra o Santo Rosário na Internet. Pareceria impossível que isso pudesse acontecer, mas aconteceu.

O padre James Martin, S.J, concitou fiéis a rezarem o Santo Rosário – mas não com a Igreja Católica. O jesuíta quer usar o Rosário de Nossa Senhora em prol da aceitação social de pecadores impuros contra a natureza.

O mencionado padre é conhecido por sua incansável militância pelo movimento homossexual.

O padre James fez uma postagem, neste mês, em sua conta no Facebook elogiando um Rosário “diferente”. O sacramental foi presentado a ele por um apostolado progressista chamado “Contemplative Rebellion” (“Rebelião Contemplativa”, em português).

O Rosário da “Rebelião Contemplativa” se afasta dos mistérios originais. E em seu lugar, clamar a paz através da justiça social.

Tópicos como o da inter religiosidade, a quebra de barreiras entre cor de pele, fé, status social e renda são valorizados pelo apostolado. Isto é, advoga-se a heresia e o igualitarismo através do apostolado progressista. 

Para se ter uma ideia de como a coisa é na prática, uma das dezenas do sacramental blasfemo é dedicada às pessoas  e “casais LGBTQ” de “todas as igrejas, templos, mesquitas e sinagogas”. 

Basílica de São Pedro, no Vaticano. Deus Nosso Senhor confiou apenas à Igreja Católica o depósito da fé, por isso ela não pode ensinar o erro. Além disso, é a guardiã e mestra da Verdade Divina que nos recorda o que esquecemos por nosso materialismo.

 

Na visão dos promotores do Rosário blasfemo, mesmo os casais homossexuais foram “realmente criados à imagem de Deus”, e esse Rosário lança o que o apostolado chama de “Mistérios das Dores Modernas”.

Convém lembrar que duas pessoas do mesmo sexo que vivem em união conjugal são obrigatoriamente praticantes do pecado homossexual. Esse é o segundo entre os pecados que “bradam ao Céu por vingança”, porque é o pecado sensual contra a natureza; são ao todo quatro os pecados dessa categoria.

Eles dizem que Deus os teria criado para a prática da sodomia. A mentira e o mal dessas afirmações é evidente à luz da doutrina da Santa Igreja. E mais, é usar de forma vil o sofrimento alheio.

 

Recordando o pecado original e a graça atual

Deus, nosso Pai, não criou um grupo exclusivo de seres humanos que estaria desobrigado de observar os Mandamentos e a lei natural.

Esperar por isso seria o mesmo que aceitar contradições vindas de Deus. Todavia, um Deus contraditório é absurdo partindo do princípio de Ele é a Suprema Sabedoria.

As inclinações más que afligem o homem são consequências do Pecado Original, não são criações do Pai. Mas a graça de Deus sempre nos dota com a força para resistir às inclinações. Assim, podemos praticar as virtudes.

Existe só uma natureza humana, e apenas dois sexos, macho e fêmea, que complementam um ao outro. “”Deus criou o homem à sua imagem; criou-o à imagem de Deus, criou o homem e a mulher” (Gen. 1:27).

Guardemos o pedido de Nossa Senhora de Fátima mediante a récita diária do Santo Rosário.

E aproveitamos para fazer reparação às blasfêmias publicadas tanto pelo “padre das causas homossexuais”, como por outros lobos sob pele de ovelha.

Acesse a Capelinha do Padre Pio e acenda abaixo uma vela em reparação e desagravo ao Santo Rosário. Essa verdadeira arma espiritual tem uma força sobrenatural tremenda!! A devoção ao Santo Rosário tem de ser espalhada e exemplificada, e jamais blasfemada. Muito menos por membros do clero!! 

Clique aqui e acenda uma vela em reparação ao Santo Rosário. Blasfemar o Rosário é o mesmo que ofender Nossa Senhora, a quem devemos muito!
Compartilhe
Share on Facebook
Facebook
81Tweet about this on Twitter
Twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


<< Post Anterior:

Próximo Post: >>