Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Pintura da Divina Misericórdia

O Terço da Divina Misericórdia é uma tradicional devoção Católica, concebida a partir das revelações de Jesus a Santa Faustina nos anos de 1930.

O principal propósito dessa oração é fortalecer nossa confiança na misericórdia de Deus e reforçar em nós esse mesmo sentimento para com nossos irmãos.

Para Santa Faustina, que viveu em uma Europa marcada pela instabilidade do entreguerras, a oração do Terço da Misericórdia trata-se de um verdadeiro clamor pelo mundo, uma súplica para que as pessoas experimentem o amor de Deus especialmente nos momentos mais difíceis de suas vidas.

Ora, neste tempo de turbulências em que vivemos por ocasião da pandemia do coronavírus, somos também convidados a fazer da oração de Santa Faustina uma prece por toda a humanidade, por aqueles que amamos e pelos mais fragilizados nessa crise.

Rezando o Terço da Misericórdia passo-a-passo

Primeiramente, vamos procurar um lugar tranquilo e silencioso, desligando-nos dos aparelhos eletrônicos e de tudo aquilo que possa nos distrair.

Para a oração do Terço da Misericórdia, podemos usar um terço comum, de cinco dezenas.

1. Iniciamos com o Sinal da Cruz:
— Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

2. Rezamos o Pai-Nosso, a Ave-Maria e o Creio.
— Pai Nosso que estais nos Céus, santificado seja o vosso Nome, venha a nós o vosso Reino, seja feita a vossa vontade assim na terra como no Céu.

O pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do Mal. Amém!

— Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco! Bendita sois vós entre as mulheres e bendito o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora da nossa morte. Amém!

— Creio em Deus Pai Todo-Poderoso, criador do céu e da terra. E em Jesus Cristo, seu único Filho Nosso Senhor, que foi concebido pelo poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado, desceu à mansão dos mortos, ressuscitou ao terceiro dia, subiu aos Céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e mortos. Creio no Espírito Santo, na Santa Igreja Católica, na comunhão dos santos, na remissão dos pecados, na ressurreição da carne, na vida eterna. Amém.

3. Nas contas do Pai-Nosso, rezamos:
— Eterno Pai, eu vos ofereço o Corpo e Sangue, a Alma e Divindade de vosso diletíssimo Filho, nosso Senhor Jesus Cristo, em expiação dos nossos pecados e do mundo inteiro.

4. Nas contas das Ave-Marias, rezamos (dez vezes):
— Pela sua dolorosa Paixão, tende misericórdia de nós e do mundo inteiro.

5. Ao fim do terço, rezamos (três vezes):
— Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal, tende piedade de nós e do mundo inteiro.

Dica: conforme a tradição, recomenda-se rezar o Terço da Misericórdia preferencialmente às 15 horas, a chamada Hora da Misericórdia, recordando e meditando a Paixão de Jesus Cristo.

Fonte: PUC – RS

***

6 respostas

  1. Já REZO O TERÇO DA MISERICÓRDIA a 15 anos sou devotisima da divina misericórdia, o SANQUE É AQUA QUE JORRASTE DO CORAÇÃO DE JESUS COMO FONTE DE MISERICÓRDIA PARA NÓS EU CONFIO EM VÓS!🙏🔥

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Para mais informações ligue:

Ligação gratuita
Atendimento: segunda a sexta, das 8:00 às 18:00. A ligação é grátis para todo o Brasil.