Minha Primeira Confissão com Padre Pio


Um seminarista foi a São Giovanni Rotondo para confessar-se com o Padre Pio. É ele que nos relata.

“Então eu preparei minha confissão em italiano naturalmente. E entrei no confessionário, que estava no canto da sacristia fechado com cortinas brancas, um pouco escuro. 

“Dentro havia um genuflexório, de mais ou menos um metro de largura, sobre o qual ele pousava seus pés. Ele estava sentado em uma cadeira com o cotovelo sobre o tampo.

“E eu estava assim, ajoelhado ao lado de seus pés e no outro sentido, de maneira que as cabeças ficavam muito próximas. 

“E eu disse: “ Padre, eu sou francês”. “Bene, o que você fez? Quo fecit?” me disse em latim. Eu disse que entendia italiano e então me perguntou: “Cosa a fato”? E eu: “O que eu fiz? Eu não sei”! 

“O buraco negro ou então o branco da memória! Ele então pôs a mão no meu ombro e me disse: “Fato coragio! Tenha coragem, o que você fez”? E eu: “Padre, eu não sei, eu não me lembro mais”! 

“Duas ou três vezes assim e no fim eu já estava em pânico. E eu disse, “Padre, eu fiz tal e tal coisa”. Coisas que eu encontrei na minha cabeça. Ele disse. “É verdade, mas você esquece que isso já foi perdoado sexta feira passada”! 

“E era verdade! Aí eu me senti completamente desarmado, e então ele me disse: “Há dois anos teve isso, isso e mais aquilo”. E ele me mostrou que ações que eu pensava que eram anódinas tinham feito Nosso Senhor sofrer.

E ele, mostrando que realmente estava unido à Jesus, mostrou-me que ele sofria em suas chagas. E que Jesus sofria por causa do que eu havia feito. 

“E ele me disse: “Nosso Senhor te perdoou, Nosso Senhor te chamou”! Eu perguntei se tinha certeza. Eu não sabia naquele momento que o Padre Pio sabia muitas coisas, mesmo à meu respeito, que eu mesmo não sabia. 

“Ele me disse que nosso Senhor tinha me chamado. E eu perguntei: ”O senhor tem certeza”! 

“Ele me olhou com um ar furioso e me disse: ”Ma te lo dico iiiiiiio“!! Eu estou dizendo”!

Clique aqui para ser notificado sempre que tiver post novo

Compartilhe
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

2 Comentarios

  • O fim da história, não ficou muito claro. O que realmente aconteceu? As confissões do rapaz, anteriores foram mau feita? Porquê o Padre Pio ficou zangado? Afinal de contas? A confissão dele foi bem feita? Ele sentiu aliviado com a confissão? O comentário, está um pouco confuso.

    • A paz, irmão. As confissões anteriores não foram mal feitas. Ele pensava que os fatos revelados pelo Padre Pio eram anódinos, ou seja, inofensivos a Jesus, sem importância. O Padre Pio ficou “zangado” porque o jovem perguntou se ele tinha certeza do que estava falando, que Jesus estava o estava chamando. Lembre-se que o jovem era um seminarista. Diante dos fatos dados a conhecer pelo Padre Pio a confissão do jovem foi muito bem feita e, sem dúvida, ele deve ter se sentido muito aliviado. Espero ter esclarecido. Deus o abençoe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


<< Post Anterior:

Próximo Post: >>