Agora pode ir Padre! O senhor parece Santo Antônio!

Testemunho:

Aos domingos. quando geralmente o número de peregrinos era maior, tornou-se costume Padre Pio aparecer ao meio-dia na janela do Coro.

Abençoava a multidão reunida na praça e com ela recitava o Angelus. Naquele domingo em particular havia mais de cinquenta ônibus, alem das pessoas vindas de carro, de táxi ou a pé.

Era um dia ensolarado e a praça estava lotada e colorida. Ouvia-se um grande e crescente murmúrio de expectativa. Padre Pio entrou no Coro acompanhado de seu fiel acólito, Padre Eusébio, que ele amava como Cristo amava São João, de quem falarei mais adiante.

Claramente via-se que Padre Pio sofria muitíssimo e que andava somente com muito sacrifício. Seu rosto estava acinzentado. Padre Eusébio obviamente estava preocupado, mas continuava a falar e gesticular alegremente enquanto o ajudava. Geralmente ele conseguia, mais do que qualquer outra pessoa, arrancar-lhe um sorriso; mas não desta vez. Por alguma razão ou por causa de alguém, Padre Pio estava mergulhado nos seus pensamentos.

Padre Eusébio, porém, continuou com suas observações e comentários e começou a ajudá-lo a vestir a alva. Ao fazê-lo, despenteou-lhe os cabelos. Quando Padre Pio começou a dirigir-se lentamente e dolorosamente para a janela, Padre Eusébio exclamou:

-Não, não ainda! Um momento! e tirou do bolso um pequeno pente.

O pobre Padre Pio ficou ali parado como uma criança, enquanto seus cabelos eram penteados. Quando terminou, Padre Eusébio foi um pouco para trás e com um grande e afetuoso sorriso disse:

-Agora pode ir Padre! O senhor parece Santo Antônio!

Diante de tal atrevimento, Padre Pio deu uma de suas improvisadas e espontâneas gargalhadas e preparou-se para abraçar a multidão que o aguardava, com aquela calorosa e paternal Bênção, que cada pessoa recebia como uma Bênção individual dirigida a ele ou a ela -e de fato o era.

(do livro “Padre Pio Histórias e Memórias”, de John McCaffery)

Seja um filho protegido do Pe. Pio. Veja aqui como se inscrever.
Compartilhe
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

6 Comentarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


<< Post Anterior:

Próximo Post: >>